Armando Cortez

Armando Cortez

1928 – 2002

Armando Cortez é o nome artístico de Armando Cortez e Almeida, que nasceu em Lisboa, a 23 de Junho de 1928 e faleceu a 11 de Abril de 2002, foi ator, encenador, argumentista e produtor .

Ator de teatro desde 1946,. Dirigiu o musical Annie de Thomas Meehan para o Teatro Maria Matos  (1983). Foi agraciado por Jorge Sampaio com o grau de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique . Juntamente com outros artistas portugueses como Raul Solnado, Manuela Maria, Carmen Dolores, Francisco Nicholson ajudou a fundar a Apoiarte – Casa do Artista, tendo sido um dos seus Presidentes. Foi um homem de causas. A sala de espetáculo afeta a esta instituição foi batizada em sua homenagem, chamando-se Teatro Armando Cortez, tendo sido oficialmente inaugurado a 5 de Maio de 2003, pelo Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Dr. Pedro Santana Lopes. 

Armando Cortez destacou-se nos mais diferentes géneros, desde o teatro, cinema e televisão, tendo popularizado diferentes peças. Participou ainda em algumas telenovelas portuguesas. 

A Câmara Municipal de Lisboa atribuiu o seu nome a uma rua, em frente ao novo Teatro Aberto, na freguesia de Campolide.

Fonte: Wikipédia