Mariana Rey Monteiro

Mariana Rey Monteiro

1922 – 2010

Nome artístico de Mariana Dolores Rey Colaço Robles Monteiro, que nasceu em Lisboa, a 28 de Dezembro de 1922  e  faleceu a 20 de Outubro de 2010, foi uma atriz portuguesa. Filha de um casal de grandes actores portugueses: Felisberto Robles Monteiro e Amélia Rey Colaço. A carreira artística começa com a peça Antígona, de Sófocles, em 1946, no Teatro Nacional D. Maria II, integrando a companhia teatral dirigida pelos pais, a Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro.

Em 1962, recebeu o Óscar da Imprensa pela sua participação no filme “Um dia de vida”. Na televisão, tornou-se conhecida do grande público na série “Gente fina é outra coisa” e em novelas como  Vidas de Sal  (1996), tendo este sido o seu último trabalho. A 3 de Agosto de 1983 foi feita Dama da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada, tendo sido elevada a Grande-Oficial da mesma Ordem a 8 de Junho de 1996.

Fonte: Wikipédia